PFMO “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” realiza Formação “Jornalismo em Assuntos Jurídicos”

PFMO “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” realiza Formação “Jornalismo em Assuntos Jurídicos”

O Projeto PFMO-C2 “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” realiza entre os dias 5 e 16 de setembro a Formação de “Jornalismo em Assuntos Jurídicos”, para jornalistas timorenses, na sala de formação do PFMO no Páteo, em Díli, Timor-Leste.

Esta Formação conta com um total de 60 horas e tem a participação de cerca de duas dezenas de participantes que são membros da comunicação social do Governo, jornalistas do setor público e privado, rádio e realiza-se com o apoio do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (CENJOR).

Com esta Formação pretende-se melhorar as competências dos jornalistas timorenses no tratamento rigoroso das temáticas da área da Justiça, de modo a assegurar a correta informação dos cidadãos sobre o exercício do poder judicial e a administração da justiça.

Serão abordados os seguintes temas: (a) Justiça formal e informal, Estado de Direito e Direitos Humanos; (b) Tribunais, códigos, leis e a escrita jornalística.

No final da ação, os jornalistas deverão ser capazes de: adquirir a terminologia técnica e os princípios gerais do funcionamento da Justiça, nomeadamente as leis e os códigos que a regem; identificar o papel de cada órgão da Justiça, desde a polícia ao tribunal, a sua hierarquia e a sua intervenção num processo; identificar os elementos relevantes de uma decisão judicial; criar e manter canais de comunicação com os órgãos ligados à Justiça que lhes permitam colocar questões ou pedir esclarecimentos; dominar as questões que podem conflituar com os direitos individuais e aplicar no contexto real de trabalho as técnicas jornalísticas e de produção noticiosa em matérias jurídicas / judiciais, com relevância sobre a administração da justiça em Timor-Leste.

A Formação é ministrada pelo Paulo Alves Nogueira, formador do CENJOR e jornalista da agência Lusa (Lisboa). Em 1999, foi delegado da Lusa em Jacarta, o que lhe permitiu acompanhar o processo de autodeterminação do povo de Timor-Leste e o processo de democratização da Indonésia.

A componente jurídica finaliza assim as Formações em “Jornalismo em Assuntos Económico-Financeiros e Jurídicos” previstas no âmbito da parceria entre o CENJOR e o PFMO-C2 para o fortalecimento dos profissionais de comunicação social em Timor-Leste, do programa de colaboração iniciado em novembro de 2019.