PFMO “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” participa na cerimónia de Encerramento e Entrega de Certificados do Curso de Língua Portuguesa A2 para o grupo da ONG HAK

PFMO “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” participa na cerimónia de Encerramento e Entrega de Certificados do Curso de Língua Portuguesa A2 para o grupo da ONG HAK

No dia 18 de dezembro decorreu na sede da HAK, no Farol a cerimónia de entrega de certificados do Curso de formação em língua portuguesa para fins específicos no âmbito da Parceria para a Melhoria da Prestação de Serviços através do Reforço da Gestão e da Supervisão das Finanças Públicas para cinco organizações da Sociedade Civil.

Na cerimónia foram entregues 40 certificados aos formandos do curso, que teve início no dia 24 de agosto 2020.

Marcou presença na cerimónia o diretor interino da associação HAK, Sr. Sisto dos Santos, o Coordenador Geral do Projeto “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK”, Dr. Rui Dinis, assim como da professora de Língua Portuguesa, Carla Ferreira.

No seu discurso o diretor interino da associação HAK referiu que “Em 20 anos de existência, é a primeira vez que o HAK organiza este tipo de curso de longa duração e espero que no futuro possa continuar este curso que não é somente o ensino da língua portuguesa, mas com uma metodologia de introduzir situações pertinentes da nossa realidade. Tenho muito orgulho e aproveito para deixar o meu agradecimento, porque do ponto de vista cultural não é articulado através das palavras, mas sim materializado no símbolo do tais. O tais simboliza a contínua ligação para continuar a lutar, lutar para a prosperidade do povo Maubere, prosperidade da Comunidade Internacional e também dos membros da CPLP.”

Por sua vez o Coordenador Geral do Projeto “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” reforçou que “Este nosso apoio é dado em formação e capacitação, ajuda a processos de realização das entidades, a produção de documentos, portanto nós temos muitas formas de intervir. Deste modo a Língua surge como uma ferramenta de trabalho, todos os timorenses dominam o tétum e o país numa decisão do ponto de vista constitucional, adotou também como língua oficial a Língua Portuguesa. Ora esta ferramenta que vos damos, é uma ferramenta que pretende auxiliar nesse vosso trabalho de responsabilidade como Sociedade Civil. É esse o objetivo porque precisam da Língua Portuguesa para compreender melhor as leis, os documentos oficiais, as discussões técnicas, porque se não tiverem esse nível de acompanhamento é difícil de dialogarem com as instituições do estado, é difícil criticarem as instituições do Estado, porque eles trabalham muito num domínio técnico difícil.”

 No final da cerimónia, a professora Carla Ferreira foi presenteada com um pano tais como forma de agradecimento por parte dos alunos que frequentaram este curso.