O PFMO OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK realiza a cerimónia de encerramento e entrega de certificados aos formandos da Formação Matemática para Jornalistas

O PFMO OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK realiza a cerimónia de encerramento e entrega de certificados aos formandos da Formação Matemática para Jornalistas

No dia 5 de agosto, o projeto PFMO-Componente 2 “OSAN POVU NIAN, JERE HO DI’AK” em parceria com o Centro de Formação Técnica em Comunicação (CEFTEC) e o Consultório da Língua para os Jornalistas (CLJ), certificou 21 jornalistas nacionais de diferentes órgãos de comunicação social de Timor-Leste na sessão de encerramento da Formação Matemática para Jornalistas, na sala de formação do PFMO, no Páteo.

O projeto PFMO-Componente 2 é cofinanciado pela União Europeia (UE) e cofinanciando e gerido pelo Camões, I.P. O setor principal do projeto insere-se na boa governação e o objetivo da intervenção é o de contribuir para o desenvolvimento sustentável de Timor-Leste, através de uma gestão e supervisão de finanças públicas mais transparente e orientada para o cidadão.

Esta formação foi elaborada no seguimento da necessidade de reforçar, junto dos formandos, a capacidade de tratamento, interpretação e contextualização dos dados numéricos nas redações, foi decisivo garantir conhecimentos sobre o funcionamento do processo de planeamento e os sistemas de monitoria e avaliação das atividades e programas do Governo de forma a determinar quais eram os melhores indicadores a utilizar, pelos jornalistas, na divulgação da informação fiscal e orçamental.       

A cerimónia de encerramento e entrega de certificados aos formandos contou com a presença do Coordenador do CEFTEC, Dr. Rafael da Silva Freitas, do representante do CLJ, Dr. Samba Ndiaye e da Coordenadora Adjunta para a Supervisão das Finanças Pública da PFMO, Dra. Maria Andrade.

Na abertura das intervenções, a Coordenadora Adjunta do PFMO reforçou junto dos formandos que “esta parceria com o CEFTEC e o CLJ é muito importante para o Projeto, que permitiu ter os certificados profissionais na área de Jornalismo” e salientou que “a partir de hoje os formandos saem da sala com os conhecimentos teóricos para as suas redações, exatamente para aplicar os conhecimentos. Esta formação tem como resultado elaborar uma informação imparcial e concreta para os cidadãos”.

Por sua vez o Coordenador do CEFTEC referiu na sua intervenção que "o Ministério dos Assuntos Parlamentares e Comunicação Social através do CEFTEC têm um acordo com o Instituto Camões para capacitar os jornalistas timorenses e para o próximo ano esta cooperação irá continuar e possibilitar este tipo de formações específicas, não só na área da Matemática, mas outras áreas que vão de encontro às necessidades dos jornalistas."

O representante do CLJ, Dr. Samba referiu que “o conhecimento é uma coisa, competência é outra coisa. Se conseguirem transferir e integrar estes conhecimentos no terreno já são competentes para poder fazer o vosso trabalho. Esta formação foi uma resposta a um problema que o CLJ detetou onde os profissionais da Comunicação Social precisavam de alargar os seus conhecimentos em Matemática para exercer melhor a sua função. Não deixem de aprender porque a Vida não deixa de ensinar!”

Por fim a formadora reiterou “espero que os conhecimentos adquiridos sejam aplicados na vossa escrita, no vosso trabalho diário, ou seja receber números e dados e perceber o que eles querem dizer, o que significam. Os números sozinhos não dizem nada, é preciso dar-lhes significado.”

A Formação contou com uma duração de 81 horas e foi ministrada pela Dra. Joana Cunha, formadora com mestrado em Ciências da Educação e especialização em Pedagogia Social, acumulando ainda uma longa experiência de Consultoria na Área de ensino da Matemática.